FAQ Locação de Veículos Principais Noticias

Quais documentos preciso apresentar na retirada do veículo?

Para retirada do veículo alugado no exterior, é necessário que se tenha algumas documentações atualizadas:

  •  Habilitação nacional válida (a tolerância de 30 dias após vencimento da CNH não é válida no exterior)
  •  Cartão de crédito internacional (um bloqueio caução será realizado durante a locação);
  •  Passaporte
  •  Voucher impresso (não serão aceitos vouchers apresentados por meio de celulares, tablets ou qualquer outro dispositivo eletrônico). Exceções se aplicam às tarifas voucherless.

A Hertz trabalha com tarifas com Voucher na maioria dos Países, o que significa que é necessário apresentar o documento impresso, que comprova que a sua locação foi paga. Nos Estados Unidos, a Hertz, a Dollar e a Thrifty disponibilizam algumas tarifas Voucherless, ou seja, confirmando estas tarifas, significa que elas foram pré-pagas.

Neste caso, pode-se apresentar somente o número da confirmação da reserva, ou do voucher. Pode ser através de meios eletrônicos.

A Carteira Internacional de habilitação (ou PIDPermissão Internacional para Dirigir) é obrigatória no Estado da Georgia (EUA) e na Europa. Nas demais localidades, apesar da CNH ser válida, é recomendado fortemente que se faça a PID, pois ela pode ser solicitada por alguma autoridade local.

Para alugar com a SG Rentals, entre em contato através dos telefones 0800 602 7525 / 11 3524 7525, ou solicite sua cotação através do e-mail: comercial@sgrentals.com.br se você for um Agente de Viagem, acesse www.sgrentals.com.br e siga os procedimentos deste passo-a-passo.

Gostou do artigo, foi útil para você? Compartilhe suas experiencias conosco deixe seu comentário abaixo, e para receber nossas promoções deixei seu e-mail abaixo:

Sg Rentals
A SG, agente geral de vendas da Hertz Internacional, Dollar e Thrifty, atua há mais de 10 anos com uma grande estrutura voltada, principalmente, a atender o mercado de Agências e Operadoras de Turismo.
https://blog.sgrentals.com.br/

Comentários no Facebook